burda style 01/2011 - Costura Criativa - Patchwork por uma causa solidária

A ideia de reunir entusiastas do patchwork por uma causa solidária ganhou corpo entre duas apaixonadas pela actividade, Luísa Silva e Maria João Babo, a partir de uma conversa casual. “Pensámos na pertinência de ligar este craft a um movimento de solidariedade, por uma causa. Pensámos que um encontro de patchwork seria uma forma de corresponder ao objectivo proposto”. Foi este o repto lançado em Junho no blogue http://patchsolidario.blogspot.com.
Com organização da Dotquilts, o movimento foi crescendo com o contributo de 80 blocos enviados de todo o país, feitos com total liberdade criativa das participantes, que foram depois “montados” durante o primeiro encontro de patchwork em Portugal, que decorreu em Setembro, que registou 40 participantes. Às promotoras do evento coube a hercúlea tarefa de homogeneizar o tamanho dos blocos, juntá-los de forma coerente, de acordo com técnicas, cores e estilos para que no dia do encontro todas pudessem pôr mãos à obra para que os 11 quilts começassem a tomar a sua forma final com a colaboração da Casa Felizardo e da Coats, entre outros. Durante o encontro, foi confeccionado um quilt que, em que cada bloco, teve a assinatura de cada uma das participantes.
A causa solidária? Todos os trabalhos foram entregues à Aidglobal, organização não governamental para o desenvolvimento, que promove a cooperação com países africanos de expressão portuguesa, sendo uma das áreas de intervenção a implementação de recursos para a formação dos jovens. A iniciativa teve como objectivo a ajuda aos projectos da Aidglobal em Moçambique e os trabalhos realizados serão vendidos pela Aidglobal na venda anual de doações, que decorrerá proximamente na Grande Noite do Fado que se realiza na primeira semana de Novembro. O sucesso e a mobilização da iniciativa de arranque não deixa dúvidas a Luísa Silva: “Para o próximo ano, já está agendado o 2º Encontro de patchwork em Portugal, que decorrerá de forma semelhante ao primeiro, e novamente a favor de uma causa solidária”. E qual será a entidade a quem serão doados os trabalhos realizados? Luísa Silva não revela ainda, mas assegura que vai ser outra entidade. Fique atenta ao blogue do Patch solidário, pois vai certamente encontrar o repto para o novo encontro de patchwork