burda style 12/2017 - Cosido à mão - Talentos à prova

A arte da costura acompanha os tempos. Outrora uma arte de conveniência, perdeu fulgor no final dos anos 80 com a chegada do pronto a vestir e das grandes marcas de consumo em massa. Apesar de se julgar uma novidade, de chama intensa mas de combustão rápida, a verdade é que a arte da costura sucumbiu à facilidade da roupa de consumo imediato, sem personalidade.
Agora, com o crescimento da cultura da individualidade, o conceito de “feito à medida” renasce. Prova é o novo talent show dos sábados à noite da RTP: “Cosido à Mão”, um programa ao qual a burda style não poderia ficar alheia e onde ajuda a desafiar os participantes a mostrarem os seus dotes de costureiros. Durante 13 episódios, 15 costureiros amadores enfrentam diferentes desafios para alcançar um sonho: ser o melhor costureiro do país. Todas as semanas, os participantes são desafiados nas áreas técnica e criativa, para serem depois avaliados por dois jurados, especialistas na área.
Em cada episódio existem dois desafios. O desafio do Molde - onde são utilizados os moldes da burda style - é sempre no arranque do episódio. O último desafio poderá ser uma prova de Transformação ou um Feito à Medida.
Na prova de Transformação é entregue a cada concorrente uma peça de roupa – ou outro ponto de partida. A mesma deverá ser transformada, alterada ou customizada. Aqui avalia-se a criatividade e capacidade de criar algo útil e funcional.
Já a prova Feito à Medida consiste na criação de uma peça – o tipo de peça é a única regra – do estilo que entenderem, respeitando apenas algumas especificações. Serão avaliadas as técnicas aplicadas e a forma como a peça criada veste o “modelo”.
Episódio após episódio, a peça que se destacar dá vantagens ao seu autor, na semana seguinte. Por outro lado, o costureiro com pior prestação é eliminado da competição.
O vencedor ou vencedora de “Cosido à Mão” viajará até Paris para participar na maior feira de materiais e serviços da indústria da Moda, a Premiére Vision Paris, e terá a oportunidade de arrancar o seu percurso profissional na área com um estágio numa fábrica têxtil, prémios oferecidos pelo T Jornal. E mais… ganhará 5 mil euros que impulsionarão o arranque do seu sonho.
Um emocionante programa de talentos que expõe as melhores criações amadoras numa das mais nobres artes: a costura.
Desafios à medida