burda style 10/2018 - Moda Retro - Blusa coquete

Sóbria, elegante e sedutora: esta blusa de 1958 ainda hoje se impõe.

“Pormenor das faixas cruzadas à frente e atadas atrás em laço coquete que conferem a esta blusa de Jersey um efeito inovador”: foi com esta frase curta que apresentámos, em Dezembro de 1958, um dos must-have de moda da década. E na verdade, a pequena palavra “coquete” passou a ganhar um ênfase especial. Porque numa época em que ainda não era moda mostrar demasiado a pele despida, a ideia era seduzir com classe, tornando o corpo cativante com tecidos envolventes e orientando o olhar para drapeados sofisticados que valorizavam os atributos femininos. Os ícones da moda, como era comum na época, eram atrizes de sucesso como Grace Kelly ou Ingrid Bergman, cuja inegável beleza era ainda destacada por vestidos e blusas cortados à medida com arte. Talvez não seja de estranhar que esta blusa marque a diferença, sendo um revivalismo espetacular. Para além de sublinhar todos os nossos melhores atributos, chama também a atenção para o mais importante: o rosto e, através dele, a nossa personalidade. O corte manteve-se praticamente igual, mas em vez de malha Jersey optámos por um tecido de seda maravilhoso.
Blusa 121

Tam: 36 – 44
É purista e tão chique, a blusa com pontas incluídas na frente que cruzam para atar na nuca. As mangas dólman moldam uns ombros bonitos, mantendo todo o conforto